Casal de Itaguaí faz sucesso no Instagram com fotos das viagens de moto que fazem pelo Brasil e até exterior.
05/08/2020 13:08 em Motociclista

Isabela e Filipe dão dicas de como adotar estilo aventureiro, mas com segurança, para conhecer vários lugares

Por Jupy Junior

- Atualizado às 11h39 de 05/08/2020

 

 

ITAGUAÍ – Pouca bagagem, espírito aventureiro, uma boa motocicleta e muitos quilômetros: essa filosofia de lazer tem sido constante desde 2016 para o casal Isabela Hibner (29 anos) e Marcos Filipe Mendes (36). Moradores do bairro Parque IndependênciaItaguaí tem sido o ponto de partida para várias viagens maravilhosas que eles têm feito. Com Filipe pilotando e Isabela na garupa de uma confortável Ducati Multistrada 950 vermelha, eles já viajaram para vários destinos no Rio de Janeiro, foram a Santa Catarina, Brasília, Minas Gerais, São Paulo e Uruguai. Tudo devidamente registrado em um Instagram mantido por Isabela, já com mais de 25 mil seguidores.
Eles agora tentam se organizar para realizar a viagem que é o sonho de todo motociclista: Deserto do Atacama, no Chile. É o deserto mais seco e mais alto do mundo, fica na fronteira com o Peru e tem paisagens de tirar o fôlego.
 
PRIMEIRA VIAGEM LONGA
Isabela e Filipe já se conheciam há algum tempo, mas a flecha do Cupido só os atingiu em 2013. O namoro começou pela internet, pois ela estava em Aracaju antes de vir em definitivo para Itaguaí. Filipe já curtia moto: tinha uma Honda CBR 600, andava com um grupo de motociclistas (xingue a mãe deles, mas não os chame de “motoqueiros”, é ofensa gravíssima).
Isabela tinha medo de moto. Mas Filipe ajudou e em breves viagens ela foi se sentindo mais segura. Em 2016, ele comprou uma motocicleta mais adequada para viagens mais longas: uma Ducati, modelo Multistrada. A primeira viagem para mais longe que fizeram foi para o terceiro maior encontro de motociclistas do mundo, em Brasília. Em janeiro de 2017, foram para Prado, na Bahia.
A caminho de Montevidéo, Uruguai: cinco mil quilômetro em oito dias - Arquivo pessoal - Casal Multistrada
Isabela tirava várias fotos das viagens, mas só depois teve a ideia de criar um Instagram para dividir os registros com quem curtia viagens de moto. Era um modo também de arquivar as imagens em uma só plataforma. Foi assim que surgiu o “Casal Multistrada”, que menciona o modelo da motocicleta que eles usam para viajar.
MONTEVIDÉO
No ano passado, o casal foi a Montevidéo, no Uruguai. Foram cinco mil quilômetros em oito dias, ida e volta, sempre partindo de Itaguaí. Isabela conta que eles não fazem muitos planejamentos: hospedam-no no caminho, curtem a estrada, param para fotos, descansam, retomam o caminho. O prazer de conhecer novos lugares e viajar de moto, exposto ao tempo e sentindo o vento com a velocidade é o que move os dois, além de oportunidade de estar em contato com outras culturas e pessoas.
Na Pedra da Boca, em Teófilo Otoni, Minas Gerais - Arquivo pessoal - Casal Multistrada
Filipe conta que eles aprenderam com o tempo a se preparar de modo mais eficiente, e que viajar dessa maneira é bem mais barato, quer seja no consumo de combustível, quer seja no pagamento de pedágios. Como Isabela é estudante de arquitetura e Filipe é empresário, eles têm compromissos no Rio de Janeiro e não podem viver de viajar (embora este sonho, certamente, deve passar pela cabeça deles). É por este motivo que, mesmo indo para longe, aproveitam feriados e hospedam-se em locais sem muito luxo, pois o que interessa é a estrada e as paisagens. Eles não acampam porque pesaria muito na bagagem, embora na Ducati caiba bastante coisa para levar.
“MENOS É MAIS”
Nas histórias que envolvem as viagens do casal, não há muitos perrengues, dificuldades ou perigos. Sim, tem chuva, vento e frio. A moto nunca quebrou no meio do caminho, embora o seguro do veículo precise estar sempre em dia. Quanto à segurança, eles evitam lugares fora das rodovias, e o cuidado é redobrado no Rio de Janeiro. Filipe conta que o péssimo estado de conservação das rodovias que vão para o nordeste constitui um perigo a mais.
No Arco Metropolitano - Arquivo pessoal - Casal Multistrada
Isabela explica que a vaidade feminina encontrou a praticidade de motociclista. Ela aprendeu a viajar com menos bagagem: “Antes eu incluía um look por dia quando viajava. Hoje, para se ter uma ideia, eu e Filipe dividimos a mesma nécessaire para produtos de higiene pessoal e não me preocupo tanto com roupas ou maquiagem, prefiro curtir mais a estrada e os lugares que visitamos. Aprendi a não ser exagerada, menos é mais”. Filipe confirma: “o agasalho que usamos na moto também usamos quando saímos dela, acrescentamos uns por baixo quando está muito frio e fica tudo certo”, ensina ele.
PARA QUEM QUER INICIAR
O piloto da dupla recomenda a quem quer curtir a vida no estilo deles: comece com passeios mais próximos dentro do Rio de Janeiro, ir a uma serra (Petrópolis,
Teresópolis, Friburgo) e voltar. Quem quiser ir para mais longe deve investir em uma moto voltada para este fim, pois oferece mais segurança e potência. Os equipamentos são importantes: devem ser confortáveis e confiáveis.
O mais importante talvez seja a vontade de se jogar na estrada e saber respeitar os limites de velocidade, a distância entre os veículos e ultrapassagens sem perigo. Além disso, é claro, a curiosidade de conhecer novas pessoas e lugares e apreciar as belezas naturais.
DUCATI ACOMPANHA
A fabricante da moto que o casal usa é originária da cidade italiana de Borgo Panigale, na Itália. No Brasil, eles não têm representação no Rio de Janeiro, embora tenham autorizada para manutenção. As concessionárias mais próximas são em Vitória (ES) e em Campinas (SP), mas há planos para abrir uma loja no Rio de Janeiro.
A moto que Isabela e Filipe usam para viajar é da linha Multistrada, cujos modelos variam entre R$ 60 mil e R$ 105 mil.
O Instagram do casal chamou a atenção dos fabricantes, que enalteceu o fato deles produzirem conteúdo de forma natural, sem exigir contrapartidas. Eles sempre são convidados a opinar e participar de eventos. A assessoria da marca disse que por causa da pandemia não há como investir em ações junto ao casal porque as viagens estão desaconselhadas, mas diz que o diálogo com eles é constante.
DESERTO DO ATACAMA
Isabela e Filipe têm um sonho: viajar para o Deserto do Atacama, no Chile. Para tanto, esperam contar com o apoio da Ducati (“vamos conversar a respeito”, garante a assessoria da empresa). Neste caso, como é mais longe, mais alto, mais seco, mais desafiante, mais tudo, o casal entende que é preciso uma preparação mais rigorosa.
Em Angra dos Reis - fotos Arquivo pessoal - Casal Multistrada
Para eles, a felicidade está sobre duas rodas com uma estrada adiante, e muitas fotos no meio.
Confira abaixo uma galeria com 18 fotos de algumas das viagens registradas por Isabela e Filipe.
Para ver as fotos e seguir no Instagram: @casalmutistrada.
Quem não tem Instagram ou quer ver no computador, o link é esse:

 

Galeria de Fotos

 

Isabela e Filipe, o Casal Multistrada: muitos quilômetros, lugares e emoçõesARQUIVO PESSOAL
Em Angra dos ReisFOTOS ARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
No Arco MetropolitanoARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
No Arco MetropolitanoARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Na estrada em direção a Bananal (SP)ARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Filipe clicado por Isabela na beira da estrada em direção a Chuí (RS)ARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Na divisa entre Santa Catarina e ParanáARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Nem sempre é para tão longe: em Grumari, zona oeste da capital do RJARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
A caminho de Grumari, linda praia do RJARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Nem sempre é para longe mesmo: Ilha da Madeira, em ItaguaíARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
As belezas de Itaguaí: uma parada para uma foto no MazombaARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
A caminho de Montevidéo, Uruguai: cinco mil quilômetro em oito diasARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Na Pedra da Boca, em Teófilo Otoni, Minas GeraisARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Na Ponte dos Arcos, em Valença, interior do Rio de JaneiroARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Na linda Ponte dos Arcos, em Valença, interior do Rio de JaneiroARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Em Punta del Este, no UruguaiARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Rio Claro, interior do Rio de JaneiroARQUIVO PESSOAL - CASAL MULTISTRADA
Na cidade de Santos Dumont, com u
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!